24 outubro 2008

E agora?

Passados os 3 primeiros meses, e assim espero, também a fase mais difícil (fisicamente falando), começo a me deparar com as primeiras questões "pedagógicas", de como educar meu filho. Até então estávamos apenas garantindo a sua sobrevivência. Mantê-lo alimentado, limpo, confortado, descansado e estimulado na medida certa eram as tarefas constantes.
Agora o F. está interagindo, observa atentamente tudo ao seu redor, tem interesse enorme nas coisas e nas pessoas, vibra com cada conquista física, está mais forte e já mostra sinais claros da sua personalidade. Já é uma "pessoinha"!

Juntando todas as informações que temos, os palpites, os conselhos das avós, das amigas que já têm filhos, do pediatra, dos terapeutas e dos livros vamos tentando estabelecer uma rotina que fique bem para todos. Dúvidas, muitas dúvidas... Estabeleço uma rotina mais fixa? Não é muito rígido ( ele é só um bebê)? Horários? Limites? Já devo estimular a independência? Pego no colo na hora que me dá vontade? É manha ou ele tá sofrendo??? Será que todos os bebês fazem assim? Será que isso é normal? E agora? Um dia tentamos assim, noutro assado, ás vezes repetir o mesmo jeito de cuidar dá certo... por 3 dias, depois não dá mais!
Cuidar (bem) de gente é difícil justamente porque é vivo, é dinâmico, não tem receitas prontas, temos que rever tudo o tempo todo...como em todas as relações saudáveis.
Ontem descobri que a única coisa que nunca quero perder de foco, não importa a fase em que meu filho esteja ou que método de educação eu use, é de me divertir, ter prazer em cuidar, em conviver com ele, afinal não é a toa que eles nascem engraçados e fofinhos! Não só cumprir mecanicamente tarefas e funções e lembrar de também me deliciar com esta criança. Porque no fim das contas é o que realmente importa e o que vai ficar para mim e para ele!

6 comentários:

Cláudia disse...

Muito crescido!
Mais importante que tudo muitooooooos beijinhos, carinho, brincadeira.
Cláudia

Karin disse...

Muitos beijinhos são praticamente impossíveis de não dar!!!
beijos pra vc Claudia!

Anônimo disse...

esta eh a aventura de gerar a vida, a continuidade. Ele nao sera igual a vc eh isso eh o que ha de maravilhoso.
Aprenda com ele e ele aprendera com vc.
Ninguem ta pronto, nem os pais e nem os filhos.
Parabens e ja eh otima mae
Lu xuxu

Javier B disse...

Ha,ha,ha... Vaya niño tan guapo...
Espero que todo vaya bien con su crecimiento.
Siempre es bueno conocer a gente buena y que merece la pena.

Abrazos orgónicos desde España para ti también!

Karin disse...

Obrigada Xuxu!
Gracias Javier!

Bianca Viani disse...

Parabesn Karin, o Fredinho ta uma coisica linda... e essa foto esta sensacional !
beijao