05 novembro 2008

Orgonio é azul!


Lendo o livro "Da teoria do corpo ao coração", do Dimas Calegari, não entendi como eu- terapeuta Reichiana- ainda não o tinha lido! Nunca é tarde e recomendo enfaticamente àqueles que se interessam por orgonoterapia ou vegetoterapia. O autor propõe uma visão geral da história de Reich, o conceito de energia e finalmente fala sobre os métodos terapêuticos. Sugiro principalmente aos principiantes, pois sua linguagem é mais fácil do que a muitas vezes extensas e germanicamente metódicas explicações de Reich.

Logo nas primeiras páginas ele define tão lindamente a energia Orgone, que não estou conseguindo passar adiante por querer reler e parar nesta parte!

"A energia orgone, ou abreviadamente energia OR, é anterior à matéria, é sua criadora. Ela permeia tudo, estabelecendo relações específicas com as várias formas de matéria e com as demais formas energéticas. Tem um funcionamento anti-entrópico, ou seja, promove um fluxo energético do potencial mais baixo em direção ao mais alto, acentuando assim as diferenças, criando desigualdades e individualidades energéticas, seja na formação da matéria, de astros e galáxias ou da própria vida. A energia orgone é criativa!
Reich constatou ser o azul a cor básica da energia OR em inúmeras oportunidades. No exame ao microscópio óptico de 5000x, as células vivas, os glóbulos vermelhos e os bions apresentam coloração azul. O céu é azul em função do envoltório de energia OR que se adensou em torno do planeta. Os mares, lagos e rios profundos são azuis graças à alta concentração de energia OR. As plantas são verdes em consequencia do azul da energia OR e do amarelo das resinas. No outono, a contração energética atmosférica leva as plantas a se contrair retirando a energia OR de suas folhas, restando apenas a resina. Nas salas metalizadas usadas para experiências com a energia OR, observam-se em completa escuridão névoas azuladas ou violetas e fachos de cor violeta cruzando o ar.
A característica básica da energia OR é a pulsação. Esta se expressa por um movimento de onda a deslocar-se no espaço e por um pulso alternando movimentos de expansão e contração. Tanto a freqüencia da onda quanto o ritmo do pulso não são constantes ou previsíveis. A energia OR é viva, vibrante, pulsante e impossível de ser equacionada mecanicamente. Ela se move, se desloca no espaço em movimentos ondulatórios espiralados, alternando momentos de expansão e contração."

E assim, conhecendo as propriedades do orgonio, podemos reconhecer nos organismos vivos, ou seja, nas pessoas, nos animais, nos alimentos e em toda natureza o que está orgonótico ou desorgonótico. O que está vivo, pulsante e o que não está. Podemos olhar para nós mesmos, e reparar nas partes do nosso corpo: as que têm brilho, calor, pulsação, movimento e as que estão opacas, paralisadas e frias. O importante é saber sentir e reconhecer a qualidade da circulação energética, e assim poder restabelecer a pulsação da forma que for melhor para cada um, com ajuda da respiração, exercícios, visualizações, massagem etc..
Você já se orgonizou hoje?

Ilustração: Rodrigo Leão

4 comentários:

Clarinha disse...

Karin,onde você atende,hein! rsrs
Tô precisando de uma terapeuta delicada assim pra me "orgonizar".

Beijinhos!

Javier B disse...

Olá Karin! Leí detenidamente lo que has escrito. ¿Qué hay en el centro del universo? Dos estructuras gigantes que laten igual que el corazón: expansión-contracción. Igual que la respiración... Todo forma parte del mismo sistema de vida. Orgón=OM=Amen. "Al principio era el Verbo, y el Verbo estaba en Dios, y el Verbo era Dios" (San Juan). Yo lo veo así...
Gracias por estar ahí.

Beijos

Mariana disse...

Oi Karin, que bom que chegou ao meu blog, assim pude chegar ao seu! Gostei dessa energia OR!!Agora eu compreendi um pouco o bem que as águas do mar me fazem!

Muito legal seu blog!

Lígia disse...

Boa noite!
Nossa, fiquei emocionada!
Sempre gostei da cor azul e outro dia brincando com meus filhos perguntei se o mundo e tudo que o circunda fosse reduzido a uma cor apenas, qual escolheriam. Lógico que ficaria com a cor azul.
Gostei muito do teu blog.
Volto sempre!
Boa semana!