18 agosto 2009

Desapego

Cortar os cahinhos virgens e originais foi ainda mais difícil que manejar a tesoura numa cabeça totalmente inquieta! Mas o visual "argentininho" já estava ficando disforme.

Agora temos um visual "juruninha loiro".

Será que a Juliana aprova?

5 comentários:

CORTE RADICAL disse...

ta muito aprovado! ficou uma graça!!! inclusive eu recomendo fortemente aos pais que cortem os cabelos dos proprios filhos, pelo menos até eles terem vontade de ir a um salão. normalmente eu não tenho problemas, já cortei até de nene de 6 meses mas eu passei por duas situações pessimas, onde dá pra ver a falta de noção de alguns pais. uma vez um queria q eu cortasse o cabelo do filho de 1 ano enquanto ele estava dormindo, imagina que sacanagem mexer na cabeça de uma pessoa que nem te conhece enquanto vc está dormindo? não cortei. outra vez uma mãe chegou com o filho e um saco, sem brincadeira, de pirulitos para que assim o menino deixasse cortar. (imagine os cabelos cortados grudando nos pirulitos e o garoto comendo isso).ele não estava afim. me apresentei, expliquei claramente o que eu ia fazer. não senti muita receptividade. e a mãe tipo querendo resolver o problema. claro que o menino não parava de se mexer e sem querer minha maquina deu um beliscãozinho perto da orelha dele, que começou a chorar muito assustado e a mãe tipo agora que começou vamos até o final. pra mim foi horrível. nesse dia resolvi que nunca mais corto o cabelo de ninguém, de 0 à 100 anos, sem o concentimento da pessoa. E de coração, eu como mãe, não perderia essa chance, como vc está fazendo. Criança fica linda sempre!!! bj

Karin disse...

Que bom!!! Que lindo relato! Adorei ADOREI!

Ana disse...

Lindo, lindo, amiga!!
Ai que vontade de apertar!!
Beijos,
Ana (Carolina Pavin Rodrigues) ahahahahah

Raquel disse...

Que fofo!

Anônimo disse...

Ficou ótimo o corte!! Seu comentário também ficou jóia! Com suas poucas palavras me diverti bastante!! bjo, Ká