25 março 2009

Crianças em extinção

Crianças brincando no Parque do Ibirapuera, São Paulo

Estou procupada com o curso da humanidade:
Nesta semana contratei uma pessoa para me ajudar a cuidar do F. nas horas em que estiver trabalhando, uma moça afetuosa que costumava ser babá full-time, daquelas que faziam absolutamente tudo pela criança. Uma das primeiras coisas que ela me disse quando chegou em casa, foi que ela estava surpresa pois nunca tinha visto uma mãe cuidar do filho.
Pois é, ela nunca tinha visto uma mãe que faz e dá comida, troca e pega no colo, brinca e dá de mamar... Assustador!
Outra coisa preocupante foi assistir a este vídeo, que faz parte de uma série de 5 partes chamada "Criança a alma do negócio", onde crianças e seus pais relatam que elas preferem o shopping a praia, comprar a brincar e sabem o nome de muitas marcas de produtos mas não têm a menor idéia do nome de certos animais. Muito assustador!

É por estes motivos que as crianças andam cada vez mais obesas, depressivas, competitivas e adultamente precoces: falta de pai e mãe, falta de brincar e muita televisão.

Mas para finalizar com um assunto mais astral, também indico dois ótimos posts da Rosa Pomar ( aqui e aqui ), difusora dedicada do babywearing, slings e porta-bebês, onde ela discute de forma muito inteligente as origens e desvantagens dos carrinhos de passeio.

6 comentários:

Rosa disse...

Muito interessante, o documentário. Obrigada pelo link :)

Carolina Arêas disse...

Vem morar no Canadá, Karin!

O F. vai adorar os parques e a liberdade daqui.

Mas é mesmo uma pena que uma criança prefira televião a escorrega e que prefira conhecer marcas de produtos do que brincar de pega-pega.

Enfim....façamos a nossa parte!

Paloma Bianchi disse...

oi Karim!
primeiro quero falar que seu novo logo está lindíssimo! Parabéns ao artista!
Cara, fiquei chocada com esse documentário, como não sou mãe, e estou bem longe disso, pensava que toda a "culpa" desse comportamento infantil fossem de pais sem cabeça e sem saco de educar seus filhos e agora vi que o buraco é mais embaixo. Valeu o link e já repassei para algumas mães. Aliás o link não abre direito, tem um http a mais ou coisa do gênero.
Sorte na Vila Beatriz! Bairro delicioso!
beijocas

Karin disse...

Obrigada pelo toque Paloma, já tá corrigido!

Elisa R disse...

Karin, você conhece o Quintarola? Um blog para a volta da vida nos quintais e a infância sem pressa: http://quintarola.blogspot.com/
beijos, Elisa

Anônimo disse...

sinal dos tempos dona Karin, e a crianca sera o pai(mae) do adulto
Lu XUXU