14 setembro 2007

Homeopatia


Homeopatia. Relatos de uma usuária.

Tudo começou quando eu estava ainda na barriga de mamã. Grávida, ela encontrou um médico homeopata do bom, ponta firmíssima...o qual ela e sua família seguiria até o fim de sua carreira. Minha mãe sentiu confiança no homem e se entregou de corpo e alma...Resultado disso: Esta que vos escreve nem vacinada foi!
Dr. Ribeiro era radical, não era um homeopata que apelava a outros métodos quando não via resultado rápido. Ele não arregava, ia até o fim. Todos nós vimos doenças bem cabeludas serem curadas ou bem amenizadas quando se tratava daquelas mais crônicas.
Bom, como eu tenho uma certa experiência no assunto, não médica, nem científica, mas sim de simples paciente, gostaria de dividir com vocês alguns pontos de vista.
Muitas vezes escutei relatos de usuários frustrados ou desacreditados no método. Outros comentários freqüentes são que a homeopatia demora muito para fazer efeito, ou que os remédios homeopáticos fazem os sintomas piorarem para depois melhorarem.
A minha experiência foi bem outra! A homeopatia é uma ciência muito complexa, a consulta deve ser muito criteriosa, o médico deve avaliar o corpo, mas sobretudo a dinâmica psicológica do paciente... e isso não é fácil. Me lembro que nossas consultas demoravam horas, ás vezes, Dr. Ribeiro fazia cada pergunta que dava vontade de ir embora, pensar e voltar para responder depois. Coisas do tipo:
- Quando dorme do lado esquerdo, baba no travesseiro?
E tudo isso, para que ele encontrasse o remédio certo. Esse é o segredo! Quando você toma o remédio certo para aquele momento, que mais se harmoniza com seus sintomas físicos e mentais, você sara logo! Não tem essa de demorar, o efeito é bem rápido.
Ás vezes o médico não encontra de primeira. Mas você tem que ter um pouco de paciência. E o médico tem que ser bom, claro!


Ilustração: Rodrigo Leão

4 comentários:

Anônimo disse...

x

erika disse...

let's try again......

pode crê! que é bom é....dificil é responder as perguntas do tipo: - coça a cabeça mais perto do almoço ou jantar? e se não cocçar fica com a boca molhada ou seca? hihihihihi. Mas isso só prova que quem presta mais atenção em si responde bem às perguntas, e logo está mais apto a se curar! Observem.

Anônimo disse...

ABAIXO A CIBALENA!!!!

Carolina Arêas disse...

Bom saber, Karin!

Acho que com os florais acontece algo parecido. Tem muita gente que chega a mim dizendo que já experimentou mas não teve melhora... e depois fica super feliz com o resultado!

Beijos!

PS: Adorei o link!