20 setembro 2007

A yoga e sua barriga



Meninas...Viva!!! A yoga liberou a barriguinha!

Outro dia, encontrei um livro de yoga bem velhinho , devia ser da década de 60 ou 70. Como diz o José Simão, da época em que avião voava (lembra que avião voava?), do tempo que yoga era só yoga, sem muitos nomes antes de "yoga".
Bom, li uma passagem que me marcou positivamente, não que isso venha mudar meus hábitos, porque nunca me dediquei com afinco aos "abdominais", mas dá aquele alívio na consciência, um momento de coerência! Era assim (atente à linguagem a moda antiga!):

"Convém advertir a todas as estudantes e praticantes de yoga, que o excessivo desenvolvimento da musculatura abdominal tão largamente apregoado pelos modernos ginastas, é higienicamente desnecessário ao sexo feminino e até positivamente prejudicial.
Com tendência quixotesca, parece haver sido introduzido um elemento vulgar de acrobacia na salutar cultura física que representam as posturas de yoga."

A autora critica a onda da yoga como "performance", posturas que tenham efeito visual maior que o bem-estar proporcionado. E ainda completa com uma série de pensamentos e explicações a respeito de como a " malhação" com muita ênfase na musculação , pode ser danosa ao delicado aparelho psíquico feminino.

Gostei disso, essa mulher é das minhas!
Mas calma aí! Também não estou recomendando o esculacho, porque barriga solta demais dá "problema de coluna"!

Ah! O nome do livro é: "Yoga simplificada para a mulher", da Dra Sitadevi Yogendra, ed. Pensamento

Foto: litle_79

4 comentários:

Anônimo disse...

'E isso ai! Afinal , mulher nenhuma quer ser dona de casa e ainda insistem em carregar um tanquinho na barriga!!!!!!

Adorei , que lindo.

erika disse...

x

Método DeRose - Yôga disse...

Olá!

Gostaria de comentar que quase no inicio do texto se fala que yôga é o mais importante e não as denominação dadas hoje ao yôga em si. É sem duvida verdade que o importante é o trabalho do yôga e não seu nome mas existem de facto vários tipos de yôga e assim as pessoas se identificarem com o trabalho mais adquado aos seus propositos. Daí que devem experimentar vários até conseguirem afirmar qual o melhor para cada qual.
Quanto à barriguinha, obviamente que prefiro um abdómen bem trabalhado que ser um ganeshinha :)

Bom trabalho com este blog que me parece interessante.

SwáSthya!

Karin disse...

método derose,
Gostei muito do seu comentário, obrigada!!!