08 abril 2008

Repelente natural


Com tantos mosquitos soltos por aí, é sempre bom ter novas cartas na manga. Além do velho óleo de citronela que pode ser usado no difusor, em velas ou no corpo mesmo, hoje eu aprendi mais um truque: colocar uma folha de louro dentro daquele aparelhinho de tomada (que se compra no supermercado mesmo), só que ao invés de por o tablete de veneno, inserimos o louro. Bom pra quem é alérgico, ou pra quem tem crianças pequenas em casa!



Ilustração: Wikimedia Commons

4 comentários:

Pat Feldman - Crianças na Cozinha disse...

Também já me falaram que colocar casca de laranja ou limão ao invés do "tablete de veneno" ajuda muito.

Eu nunca testei!

De vez em quando apelo para ochá de cravo, que borrifo pela casa toda. Não resolve 100% em casos muito graves, daquele montão de pernilongos de praia, mas ajuda muuuuuuito!! Aqui em casa, que não é nenhum enxame (será que escrevi certo?), o chá de cravo funciona às maravilhas!

Tenho folhas de louro orgânicas aqui em casa. Vou comprar o aparelhinho e fazer o teste.

Obrigada pela dica!!

Anônimo disse...

Pat, amei suas dicas, vou testar também!
Muito obrigada pela colaboração.
beijos

PatriciaUk disse...

Ola Karin, gostei muito do seu blog... estava lendo o seu post sobre parto natural e resolvi perguntar uma coisa que a meses esta na minha cabeca - Eu tive 2 partos normais, meus filhos tem hj 4 e 2 anos. Lendo blogs brasileiros de pessoas com filhos pequenos, noto que a maioria sempre tem um problema respiratorio, pneumonia, sempre fazendo inalacao com berotec, tosse, etc. Meus filhos nunca tiveram nada disso e nunca tomaram nada alem do tylenol ( se com febere devido a uma gripezinha) - sera que isso e por causa da cesarea? Onde o bebe nao tem a chance de ter o pulmaozinho 'expremido' durante o nascimento? Ou sera o clima do Brasil? O que vc acha? Obrigada

bjos

Karin disse...

Oi Patricia,
Fico feliz que vc goste do blog.
Quanto ao parto natural, dentre muitas vantagens que ele oferece, certamente está a preparação para o bebê se adaptar ao mundo externo, que começa desde as contrações do trabalho de parto, até a passagem pelo estreito canal vaginal, que vai "massageando" as víceras do bebê. Quanto ao clima... não sei quanto ao resto do Brasil, mas aqui em São Paulo, por causa da poluição, é realmente complicado para as crianças, que ainda não têm um sistema imunológico maduro!
Beijos e que seus filhos continuem muito saudáveis!!!